Uma nota que não pôde ser tocada

prelúdio de amor que ficou sem enredo
que só pôde tocar na surdina, em segredo
o reflexo da tua beleza
não se manifesta sozinho em meus passos
faz-me mal, me oprime
me causa uma angústia mortal, imoral
me mata e me encanta com tanta destreza
me fere a alma de tanta incerteza
me faz lamentar o destino
fatalidade cruel determinante
um ausente e físico desatino
uma presença constante de intenção de arte
de um esboço do qual querendo ou não eu faço parte
prelúdio de amor emaranhado
encalacrado na história, em segredo
tecendo um véu de ardil encrencado
buscando privar-se de sentir medo
quanta solidão nesse falso remendo
sustentando essa mola oculta
resignado sob o véu de um segredo
se encontra e se perde em seu termo
sem desfecho ou desenlace
lamenta o destino


Um comentário:

MALAGMA disse...

lindas palavras querida.

Como vão as coisas por ai?

Send us news.